Formação no Les Doigts Qui Rêvent (LDQR)

O desafio a que a equipa do CAIPDV se propôs com o projeto “6 pontos a dançar, contos vão contar – Oficina de Literacia Emergente para a Cegueira” apresentou-se, desde a conceção ao seu início, como um desafio gigante, não se circunscrevesse a uma área ainda pouco explorada e com práticas dissonantes.

Sendo um dos meios essenciais para a literacia emergente, o livro, interessava-nos explorar um pouco mais sobre o que internacionalmente é feito neste domínio.

Entre pesquisas e leituras, descobrimos uma editora especializada em álbuns táteis-ilustrados – Les Doigts Qui Rêvent.

ldqr2

Com 20 anos de experiência neste domínio, esta editora investe no potencial dos livros multissensoriais (construídos a partir do modelo háptico), procurando produzir livros mais adaptados ao contexto perceptivo de crianças com cegueira. Têm investido igualmente no design participativo, procurando o contributo de pessoas cegas, professores, designers e artistas.

Na possibilidade de alicerçarmos conhecimento na área, dois elementos da equipa do CAIPDV deslocaram-se a Talant (França) para um workshop “Adapt-livre” e o intercâmbio com esta editora.

Durante três dias conheceram-se e debateram-se os aspetos percetivos e comunicacionais envolvidos na criação de ilustrações táteis. Abordámos ainda, as diferenças conceptuais e práticas em relação ao modelo de “ilustração visual em relevo” e ao modelo que LDQR denominam de “ilustração háptica”.

Sublinhamos as palavras de Dannyelle Valente no decorrer da formação:O livro deve ser um encontro… Uma plataforma cognitiva onde cegos e videntes se encontram”.

ilustracao-madalena-matoso-1

Ilustração de Madalena Matoso, em “Quando eu nasci”.

O CAIPDV está motivado para mergulhar no modelo háptico, abraçando experiências de proximidade, na partilha de um livro, que permita o encontro, na busca de sentidos comuns a crianças cegas e normovisuais. 

A equipa do CAIPDV agradece o acolhimento e partilha de conhecimento de toda a equipa LDQR.

Montagem_LDQR

Saiba mais: Valente, D. (2015). Novas ilustrações hápticas em livros táteis para crianças cegas.. In C. Mangas, C. Freire & M. Francisco (Eds), Inclusão e Acessibilidade em Ação – Diferentes percursos, um rumo. Leiria: iACT/IPLeiria, Artigo 8.  [Online, disponível em http://iact.ipleiria.pt/files/ebook/index.html%5D.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s