Adaptação do livro “Ainda nada?”

O nascimento de uma sementinha é a metáfora perfeita para o trabalho que realizamos na OLEC. O livro “Ainda nada?”, de Christian Voltz, surgiu, assim, como ideal para o atelier para pais, divulgado no post passado.

Imagem1

Descrição da fotografia: Capa do livro “Ainda nada”, da editora Kalandraka (original).

 Eis o resultado desta mais recente adaptação:

DSC05770

Descrição da fotografia: À esquerda, adaptação da capa do livro “Ainda nada?” (possuí título a negro e a braille e ilustração visual e tátil; a criança pode destacar saco com sementes). À direita capa original do livro.

DSC05773

Descrição da fotografia: Livro adaptado. Pode ver-se a terra (página esquerda) e o buraco (página direita). No buraco, existe velcro onde a criança pode colocar a semente, simulando o cair da semente. A pá, ao cimo da terra, é também destacável, permitindo à criança manipulações.

regador

Descrição da fotografia: Na página direita, o regador, ao cimo da terra. Permite que a criança o movimente na direcção da terra, como estando a regar. 

DSC05780

Descrição da fotografia: Página direita do livro, onde a criança pode abrir uma janela para percepcionar o crescimento da semente (ainda sem rebento).

nova

Descrição da fotografia: Página direita do livro, onde a criança pode abrir uma janela para percepcionar o crescimento da semente (já com rebento).

DSC05781

Descrição da fotografia: Representação da noite, construída com tecido preto brilhante. Na página direita está presente a lua, como figura representativa da noite.

DSC05788

Descrição da fotografia: Na página direita está presente cabeça de um pássaro (este pássaro tem um mecanismo que permite à criança abrir e fechar o bico). A flor, fruto da sementinha, é destacável e a criança pode colocá-la no bico do pássaro, que na história a leva.

 

Procurámos ser fiéis ao original, tendo mantido a organização texto-imagem. As ilustrações foram simplificadas e procuram o essencial da história. A criança poderá explorar os elementos usados para a sementeira (a semente, a pá e o regador). Comum a todas as páginas, a terra, realizada com papel amarrotado de sacos  (para dar a textura seca da terra). A criança acompanha o crescimento da semente, abrindo uma janela, que lhe permite sentir o crescendo da sementinha.

A adaptação deste livro foi, realmente, a concretização da metáfora da descoberta da paciência e da virtude da perseverança. Esperamos que gostem.

3 thoughts on “Adaptação do livro “Ainda nada?”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s