“Hinos ao livro braille” no seminário “O Livro Braille – Linhas e Pontos na Era Digital”

No passado dia 11 de Janeiro de 2019, a equipa CAIPDV – OLEC esteve representada no seminário “O Livro Braille – Linhas e Pontos na Era Digital”, no âmbito das comemorações do dia do braille.

Um seminário que muito nos honrou  participar, pela partilha gerada entre instituições e pessoas com reconhecido mérito nas práticas relacionadas com a  promoção do braille.

o_braille

Foi com entusiasmo que ouvimos “hinos ao livro braille”, reforçando a premissa da sua soberania, ainda que, numa era onde o “digital” se impõe.

A equipa do CAIPDV – OLEC partilhou a sua experiência com o livro tátil ilustrado com crianças com cegueira dos 0 aos 6 anos. Explanaram-se as potencialidades do livro infantil/álbum ilustrado para as crianças desta faixa etária e confrontou-se o auditório com a problemática na criação de ilustrações táteis.

O modelo háptico foi sumariamente explanado como potencialidade na construção de ilustrações táteis mais significativas para pessoas com deficiência visual, confrontando-o com perspetivas que atendem às representações visuais.

img-20190111-wa0005

Descrição da fotografia: Painel 2 “As potencialidades do livro braille”.

Transportou-se o auditório para o contexto natural das crianças que acompanhamos, onde através de 2 livros táteis ilustrados, se exemplificaram práticas e potencialidades dos mesmos no processo de literacia destas crianças e pares.

Defendeu-se a introdução destes recursos precocemente, pelos benefícios lúdicos e pelo reforço das competências de pré-leitura e escrita.

img-20190111-wa0004

Descrição da fotografia: Painel 2 “As potencialidades do livro braille”

Estamos certas que os pintores das ilustrações hápticas roubam as sensações do mundo… sensações partilhadas por pessoas cegas e normovisuais…porque todos sentimos…

Parece que esses pintores, as multiplicam nos livros, convidando todos a apreciar a beleza do mundo, pelo toque, que em parelha com a escuta da palavra, nos permite um vai-e-vem afinado entre representação e realidade.

Deixamos o desafio: que se continuem a colocar nos livros as sensações do mundo!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s